+ infoAcontecer
Mundo
Ajuda humanitária
Clínica dos Médicos Sem Fronteiras sofre ataque
Texto Juliana Batista | 28/04/2014 | 13:01
A Clínica dos Médicos Sem Fronteiras foi atacada na República Centro Africana. O atentado fez dezenas de mortos, mas ainda não foi reivindicado

Pelo menos 22 pessoas, entre as quais se incluem três profissionais da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF), foram mortas na República Centro Africana, indica a Rádio Renascença. O ataque aconteceu na cidade de Nanga Boguila, a cerca de 450 quilómetros de Bangui, no passado sábado, 26 de abril, mas a notícia só foi confirmada pela organização no último domingo, 27.

A clínica dos MSF foi atacada mas não foram, no entanto, avançados mais detalhes relacionados com este incidente. O atentado, que fez dezenas de mortos, ainda não foi reivindicado. Os Médicos Sem Fronteiras são uma organização independente que leva ajuda às pessoas em contextos que envolvem desastres naturais, conflitos, epidemias, desnutrição e exclusão do acesso à saúde. Atualmente, mais de 34 mil profissionais, de diferentes áreas e nacionalidades, fazem parte da organização.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.