+ infoAcontecer
Mundo
Nações Unidas
«Atos horrendos de terror contra inocentes» sírios
Texto Miguel Marujo | 01/05/2014 | 14:52
O secretário-geral da ONU condenou «nos termos mais fortes» os recentes ataques na Síria, que deixaram dezenas de civis mortos ou feridos pelos morteiros e bombardeamentos em bairros de Homs e Damasco, insistindo num apelo à paz

Ban Ki-moon lançou na quarta-feira um apelo ao Governo e aos grupos da oposição para resistirem às provocações que poderiam minar os esforços de paz na Síria, depois de ter condenado «nos termos mais fortes» os ataques indiscriminados que fizeram dezenas de mortos e feridos entre civis, em Homs e Damasco.

 

Num comunicado do seu porta-voz, Ban Ki-moon classificou os ataques de «atos horrendos de terror contra civis inocentes» e reiterou que não se pode alcançar uma vitória militar no conflito sírio.

 

O secretário-geral das Nações Unidas pediu a todos os atores político-militares sírios e internacionais para «colocarem as suas diferenças de lado» e «exercerem a humildade e coragem» de trabalharem juntos para acabarem com a violência e alcançarem uma solução política para a «situação de partir o coração», aquela que se vive na Síria.

 

Esta ideia foi sublinhada ao final do dia pela coordenadora de Emergência da ONU, Valerie Amos, que disse aos jornalistas em Nova Iorque (EUA), após informar o Conselho de Segurança de que os valores fundadores da ONU e da responsabilidade de um Estado para cuidar do seu próprio povo são violados todos os dias na Síria.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.