+ infoAcontecer
Mundo
Nações Unidas
Ataque em escola faz 48 mortos na Síria
Texto Miguel Marujo | 02/10/2014 | 10:44
Ban Ki-moon, secretário-geral das Nações Unidas, condenou nos termos mais fortes o ataque bombista na cidade síria de Homs, que terá morto dezenas de crianças em idade escolar. Foi «um ato de extrema depravação»
Os relatos iniciais indicam que pelo menos 48 pessoas foram mortas, das quais 41 são crianças em idade escolar com idades entre os 6 e os 9 anos, quarta-feira, 1 de outubro, na escola de Akrama, um bairro de Homs, na Síria.

«O secretário-geral [da ONU] reitera o seu apelo a todas as partes beligerantes no conflito brutal e sangrento para pararem de imediato com o uso indiscriminado de qualquer arma», sublinhou o seu porta-voz num comunicado que apresentou as suas condolências às famílias enlutadas.

Ban Ki-moon apelou ainda a todos os intervenientes sírios, regionais e internacionais «a redobrarem os seus esforços para colocarem um ponto final neste terrível conflito e ajudarem a alcançar uma solução política de longo prazo», segundo o comunicado.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.