+ infoAcontecer
Mundo
Mais de 2.000 crianças mortas na Síria
Texto F.P. | Foto Bo yaser | 02/01/2017 | 15:17
Balanço do ano 2016 feito pela Rede Síria para os Direitos Humanos revela que o ano passado cerca de 17 mil civis, entre eles mais de 2.000 crianças, foram vítimas mortais de uma guerra que está quase a completar seis anos
imagem
Apesar das dificuldades na recolha de dados, a Rede Síria para os Direitos Humanos (RSDH) estima que foram mortos no país cerca de 17 mil civis, em 2016, em consequência da guerra iniciada em março de 2011. Este balanço refere ainda que entre as vítimas mortais estão mais de 2.000 crianças.

Segundo a organização, as tropas fiéis ao regime de Bashar al-Assad terão sido responsáveis por mais de 8.000 mortes, e pela quase totalidade dos assassinatos de crianças. Já as tropas russas, que combatem ao lado das forças governamentais serão responsáveis pela morte de quase 4.000 civis.

Os dirigentes da RSDH acusam as partes envolvidas no conflito de violação dos direitos humanos, de não protegerem e atacarem de forma deliberada a população civil. Nesse sentido, apelam o Conselho de Segurança das Nações Unidas e à comunidade internacional para que tomem medidas para garantir a prestação de contas.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.