+ infoAcontecer
Mundo
Direitos Humanos
Síria: doces atraíram crianças para a morte
Texto Miguel Marujo | 21/04/2017 | 12:10
Pelo menos 130 pessoas, incluindo 67 crianças, foram mortas no ataque em Rashideen, no oeste de Aleppo, e mais de 200 ficaram feridas. Divulgado vídeo que mostra crianças a reunirem-se em torno de pessoa que distribuía doces pouco antes da explosão
Falando aos jornalistas depois de uma reunião do grupo de trabalho humanitário (GTH) para a Síria, o enviado especial das Nações Unidas para o país, Staffan de Mistura, afirmou que o terrível ataque a um comboio de pessoas evacuadas no fim de semana passado teve um forte impacto em todos nas conversações de quinta-feira, 20 de abril.

«Os representantes dos grupos armados [presentes no GTH], representantes do governo e organizações não governamentais, todos [se sentiram] afetados pela explosão e ajudaram a garantir que os [feridos] pudessem chegar ao hospital», apontou De Mistura.

«Esse foi o principal momento de total união entre todos os membros do GTH [...] de tal forma que as divisões ficaram em segundo plano por causa deste ataque horrível que foi feito para provocar o oposto», apontou.

Pelo menos 130 pessoas, incluindo 67 crianças, foram mortas no ataque perto de Rashideen, no oeste de Aleppo, e mais de 200 ficaram feridas. De acordo com o Gabinete do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), um vídeo mostra crianças reunindo-se em torno de uma pessoa que distribuía doces pouco antes da explosão.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.