+ infoAcontecer
A Missão Conta
Moçambique
Comunidade pobre concretiza sonho ao construir igreja
Texto Diamantino Antunes | Foto Diamantino Antunes | 25/05/2017 | 17:08
Missionários ajudam população isolada de Ngala, em Moçambique, a erguer um novo templo. Concretização do projeto contou com a ajuda de benfeitores estrangeiros
imagem
Uma igreja em alvenaria, grande, robusta e bonita era um sonho antigo. Algo que parecia impossível para uma comunidade pobre e isolada. A comunhão de vontades e esforços permitiu realizar o sonho. Hoje os católicos sentem-se orgulhosos da sua nova igreja para a qual contribuíram com os seus parcos haveres e agradecem àqueles que de longe ajudaram com as suas ofertas.

Num clima de grande festa, Adriano, Langa, bispo de Inhambane, presidiu à Missa de benção e inauguração da igreja. Foram muitos os que se deslocaram de perto e de longe para agradecer a Deus esta Sua nova casa.

Ngala, é uma pequena aldeia situada nas dunas do oceano Índico, muito próximo de Inhambane. A sua população vive da pesca e da agricultura de subsistência. A comunidade cristã foi criada em 1995 e pertence à paróquia de Santa Isabel de Guiúa. Os missionários da Consolata do Guiúa sempre acompanharam esta comunidade apesar de ser a mais distante e de acesso difícil por causa dos extensos areais que dificultam os caminhos.

Apesar da distância e da simplicidade desta comunidade, constituída sobretudo por crianças, mulheres e idosos por causa da emigração, os padres Sandro Faedi e Gabriel Casadei, missionários da Consolata, ajudaram a comunidade a conseguir a sua igreja. Digna e bonita. Juntamente com a comunidade e alguma ajuda trazida da sua terra de origem, Itália, conseguiram os recursos para materializar este sonho.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.