+ infoAcontecer
Fátima
Congresso
Discutir Fátima 100 anos depois
Texto F.P. | Foto DR | 21/06/2017 | 11:10
Sessão cultural vai abordar o impacto religioso e sociocultural de Fátima no mundo. Encontro insere-se no Congresso Internacional do Centenário das Aparições e será moderado pela jornalista Maria João Avillez
imagem
O bispo de Leiria-Fátima, António Marto, a jornalista Helena Matos, o eurodeputado Paulo Rangel e o historiador Henrique Leitão vão estar no auditório do Centro Pastoral de Paulo VI, na quinta-feira, 22 de junho, a partir das 21h30, para «Conversar Fátima 100 anos depois». O debate será moderado pela jornalista Maria João Avillez.

«Transformado num local de peregrinação para crentes e não crentes de todo o mundo, Fátima é hoje uma manifestação de variados e ricos dinamismos pessoais e sociais, depois de ao longo destes 100 anos, ter influenciado fortemente o catolicismo português, nas mais diversificadas dimensões», referem os responsáveis do Santuário de Fátima, no texto de divulgação do encontro.

A sessão está integrada no Congresso Internacional do Centenário das Aparições, Pensar Fátima, que decorre até sábado, 24 de junho, e é o culminar de uma série de simpósios desenvolvidos com a colaboração da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa. Durante quatro dias, serão abordadas as várias dimensões de Fátima, desde a teologia à sociologia, passando pela cultura, história e arte.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.