+ infoAcontecer
Mundo
Somália
Detidos diretores de escolas coniventes com jihadistas
Texto F.P. | Foto Lusa | 14/07/2017 | 15:06
Dirigentes são suspeitos de tentarem mudar o curriculum escolar nos seus estabelecimentos de ensino para introduzir a ideologia do grupo islamista al-Shabbab
imagem
Sete diretores de escolas na Somália foram detidos esta semana, após terem sido levantadas suspeitas que os dirigentes tinham mantido reuniões com militantes do grupo islamista al-Shabbab, com vista à introdução no curriculum escolar da ideologia defendida pelo movimento.

O al-Shabbab, que está ligado à Al-Qaeda, luta contra o governo federal da Somália há 10 anos, foi expulso das principais cidades somalis mais ainda controla muitas zonas rurais. Em abril último, o grupo lançou o seu próprio curriculum escolar, e começou a produzir livros de estudo que refletem a sua ideologia.

Agora, terá tentado convencer os detidos a adotarem estes manuais nas suas escolas. Cada um dos diretores é responsável por cerca de 1.000 alunos, com idades entre os sete e os 15 anos. “Eles estavam a tentar mudar o curriculum escolar para servir aquilo em que o grupo acredita, que é a implementação da estrita lei islâmica», justificou o ministro da Informação da região central de Hir-Shabelle, Mahad Hassan.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.