+ infoAcontecer
Portugal
Inquérito
Portugueses gastam menos com alimentação
Texto F.P. | Foto Lusa | 17/07/2017 | 16:19
Nos últimos dois anos, as famílias portuguesas reduziram as despesas com alimentação, mas aumentaram os custos com a habitação, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística
imagem
O inquérito às Despesas das Famílias 2015/2016, divulgado esta segunda-feira, 17 de julho, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), revela que, em média, as famílias portuguesas gastaram menos com alimentação do que cinco anos antes. Em contrapartida, os gastos com a habitação aumentaram.

Os dados recolhidos indicam que quase dois terços (60, 3 por cento) do total de gastos foram destinados à habitação, transporte e alimentação, e tinham um peso maior do que em 2010/2011. A concentração de despesas nestas áreas mantém o perfil desde o início deste século, «embora com perda da importância relativa das despesas com produtos alimentares e bebidas não alcoólicas».

Segundo os resultados do inquérito, a despesa anual média dos agregados familiares foi de 20.363 euros, menos 28 euros do que o valor obtido no início da década. Já as famílias com crianças dependentes registaram um gasto superior (44 por cento) relativamente aos agregados sem crianças.

Quanto à distribuição das despesas, 31,9 por cento destinava-se à habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis, 14,3 por cento a produtos alimentares e bebidas não alcoólicas e 14,1 por cento a transportes, revela o INE, citado pela agência Lusa.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.