+ infoAcontecer
Mundo
OMS leva medicamentos a cidade síria isolada
Texto F.P. | 02/08/2017 | 16:20
Transporte de assistência humanitária à região de Al-Qamishli estava suspenso há três anos, por questões de segurança. Material entregue pode beneficiar perto de 150 mil deslocados
A Organização Mundial de Saúde (OMS) conseguiu levar quase 30 toneladas de medicamentos e equipamento médico para a região de Al-Qamishli, na Síria, pela primeira vez em três anos. O transporte de fármacos estava suspenso desde 2014, por causa da violência.

Elizabeth Hoff, representante da organização em território sírio, explicou que o material foi distribuído por clínicas e hospitais, e poderá servir para prestar assistência a cerca de 150 mil pessoas deslocadas pelos conflitos em Raqa, Deir Ez-zor e Al-Hassakeh.

Desde o início deste ano, a OMS já conseguiu levar remédios para realizar mais de sete milhões de tratamentos de saúde por toda a Síria. Agora, a ideia é manter o envio contínuo de suprimentos médicos para fortalecer a resposta de saúde, principalmente para os feridos, em estado grave ou que sofrem de doenças crónicas, adiantou a responsável.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.