+ infoAcontecer
Mundo
Pedir esmola na Guiné-Bissau dá prisão
Foto Lusa | 10/08/2017 | 10:16
Primeiro-ministro deu ordens às autoridades policiais para prenderem e enviarem para as ilhas as crianças ou jovens que forem apanhados na rua a pedir esmola, na zona continental do país
imagem
Após uma deslocação ao interior do país, o primeiro-ministro guineense, Umaro Sissoco Embaló, deu ordens ao ministro do Interior, para que mandasse prender qualquer criança ou jovem que seja surpreendida a pedir esmola na zona continental da Guiné-Bissau. Os detidos ao abrigo desta medida serão enviados para a ilha de Bijagós. 

Na Guiné-Bissau existe a figura do «talibé», que é geralmente uma criança do sexo masculino que pede esmola pelas ruas de Bissau e em algumas cidades do interior, sob as ordens do mestre corânico. Mas para o governante, que é muçulmano, «é uma vergonha» que os pais mandem os filhos «para a mendicidade, em nome do ensino do Islão». 

«A partir de agora, o ministro do Interior tem ordens para tal: qualquer criança encontrada na rua a pedir esmola será detida e mandada para as ilhas», assegurou o primeiro-ministro, sublinhando que a ordem «vale para todas as crianças», mesmo as que professem outras religiões.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.