+ infoAcontecer
Mundo
África
Voluntários mortos na República Centro-Africana
Texto Juliana Batista | 12/08/2017 | 13:16
Vítimas ligadas à Cruz Vermelha estavam no país para participar numa reunião num centro de saúde

«Seis voluntários» do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho tiveram uma «morte violenta» na República Centro-Africana (RCA). O grupo participava numa reunião num centro de saúde na cidade de Gambo, e as circunstâncias exatas do ataque «ainda não estão claras». No entanto, os relatórios indicam que «outros civis e médicos também podem ter sido mortos».

 

Em comunicado, os responsáveis pelo movimento humanitário manifestam as suas «mais sinceras condolências às famílias dos mortos e aos seus colegas e amigos em toda a RCA». Os membros da organização mostram-se «tristes» com o sucedido, e afirmam «condenar fortemente» o ataque, que foi o terceiro este ano na RCA, «contra membros da Cruz Vermelha».

 

«Estamos chocados com a notícia da morte de nossos colegas. Solicitamos a todas as partes que tomem medidas para poupar a população civil e respeitem os nossos voluntários que prestam ajuda humanitária», referiu Antoine Mbao-Bogo, presidente da Cruz Vermelha da RCA. O ataque que vitimou os voluntários e outras pessoas que se encontravam no local ocorreu no passado dia 3 de agosto.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.