+ infoAcontecer
Mundo
Vítimas da guerra vulneráveis a exploração
Texto J.B. | Foto Lusa | 11/08/2017 | 16:18
As crianças líbias vítimas da guerra no país estão «vulneráveis ao abuso e exploração, incluindo em centros», alerta responsável de agência das Nações Unidas
imagem

«Mais de 550 mil crianças precisam de assistência» na Líbia, devido à guerra civil que dura há seis anos, causando «instabilidade política, deslocados e o colapso da economia», conforme explica Geert Cappelaere, diretor do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para o Médio Oriente e Norte de África, num comunicado divulgado esta semana a propósito da sua primeira visita ao país.

 

O responsável alerta para o facto das crianças migrantes na Líbia serem «particularmente vulneráveis ao abuso e exploração, incluindo em centros». «Em nome das crianças, a UNICEF pede uma solução política imediata para a crise e ao fim da violência», frisou Cappelaere, nos encontros que manteva com as autoridades locais.


Em outubro, a UNICEF pretende ter todo o pessoal internacional a trabalhar a tempo inteiro na Líbia, e estender a sua assistência, de forma a apoiar 1,5 milhões de crianças, indicou o responsável, segundo a agência de notícias oficial chinesa `Xinhua´.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.