+ infoAcontecer
Portugal
Bispos reiteram preocupação com incêndios
Texto F.P. | 12/09/2017 | 15:43
Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa mantém-se atento ao problema dos fogos florestais e deixa um agradecimento à forma solidária como a população respondeu às vítimas deste flagelo
A «solidariedade do povo português» em relação às vítimas dos incêndios e a forma empenhada e transparente como as instituições da Igreja Católica têm angariado e gerido as ajudas às populações afetadas, estiveram em análise no Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), que se realizou esta terça-feira, 12 de setembro, em Fátima.

«As Cáritas têm feito um trabalho precioso no terreno e continuam a fazê-lo», mesmo que, por vezes, os processos de reconstrução das casas e bens danificados não decorram com a rapidez que se desejava, afirmou o porta-voz da CEP, padre Manuel Barbosa, no final do encontro, acrescentando que os bispos mantêm a sua atenção sobre este tema, pois é um flagelo «que nos envolve a todos».

Na reunião, que abriu com uma palavra de homenagem ao falecido bispo do Porto, António Francisco Santos, os bispos aproveitaram para analisar alguns documentos que vão estar em debate na próxima Assembleia Plenária da CEP, em novembro, como a formação dos sacerdotes, a exortação apostólica sobre a família e a preparação do Sínodo de 2018, dedicado aos jovens.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.