+ infoAcontecer
Mundo
Desenvolver o setor rural para acabar com a fome
Texto F.P. | Foto Lusa | 10/10/2017 | 07:02
Agência das Nações Unidas apresenta várias linhas de ação para promover o desenvolvimento da agricultura e reforçar a ligação entre as zonas rurais e os mercados urbanos
imagem
A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) realçou esta semana a importância do desenvolvimento do setor rural em todo o mundo para se alcançar o objetivo fixado pela comunidade internacional de eliminar a fome e a pobreza até 2030.

«Dado que a maioria das pessoas pobres e que passa fome vive em zonas rurais, alcançar a Agenda 2030 para o desenvolvimento dependerá de aproveitar este potencial que habitualmente se despreza», afirmam os responsáveis da agência, em comunicado.

Perante o aumento da fome no mundo, que afetava o ano passado 815 milhões de pessoas, a FAO apela a uma ação urgente «e concertada», lançando, para isso, várias linhas de atuação, com enfoque no desenvolvimento da agroindústria e das infraestruturas necessárias para unir as zonas rurais com os mercados urbanos.

«As redes territoriais das pequenas cidades e povoações são pontos de referência importantes para a população rural, pois é aí que compram sementes, é aí que os seus filhos vão à escola e têm acesso a assistência médica e a outros serviços», referem os responsáveis da FAO.

A procura de alimentos na zona urbana será um dos principais motores de crescimento das áreas rurais, pelo que um dos grandes desafios mundiais será «produzir mais com menos», melhorando os meios de subsistência dos agricultores e reforçando os automatismos para os pequenos produtores, conclui a organização.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.