+ infoAcontecer
Fátima
Solidariedade
Santuário de Fátima disponibiliza verba para vítimas de incêndios
Texto Juliana Batista | Foto Ana Paula | 17/10/2017 | 12:49
O apoio de emergência para as populações atingidas pelos incêndios vai ser entregue à Cáritas nacional. O bispo da diocese de Leiria-Fátima pede a Marcelo Rebelo de Sousa que atue em prol do bem comum e reconhece os esforços de bombeiros e populações
imagem

Os responsáveis pelo Santuário de Fátima decidiram disponibilizar 50 mil euros para ajuda de emergência às pessoas afetadas pelos fogos florestais desta semana. A verba será entregue à Cáritas Portuguesa, organização humanitária da Igreja Católica.

 

«O Santuário de Fátima não poderia ficar indiferente diante da catástrofe que afetou particularmente a diocese de Leiria-Fátima. Felizmente não houve vítimas mortais entre nós, mas 80 por cento do Pinhal de Leiria ardeu, bem como algumas casas e quintais, com elevados danos materiais», referiu António Marto, bispo da diocese de Leiria-Fátima, em declarações aos serviços de comunicação do local de culto da Cova da Iria.

 

Perante os fogos desta semana, o prelado demonstra a sua solidariedade em relação às vítimas, particularmente às famílias daqueles que faleceram. Além disso, António Marto reconhece o esforço de bombeiros e de «todo o povo que tem contribuído com todas as suas forças» para atenuar a catástrofe.

 

«As nossas populações têm feito o possível para apagar os fogos e não se pode acusar de não terem feito tudo o que estava ao seu alcance; o que tem faltado são medidas concretas de combate aos incêndios e está na hora de passar das palavras aos atos», realçou o bispo diocesano.

 

«É urgente que passemos à ação concreta e por isso renovo o meu apelo ao senhor Presidente da República para que assuma esta causa nacional e faça convergir a ação de todos pela defesa do bem comum, reunindo todas as instâncias necessárias para a prevenção e o combate aos incêndios», apela António Marto. Os incêndios do último domingo, 15 de outubro, causaram a morte a pelo menos 37 cidadãos, feriram 62 e provocaram avultados prejuízos materiais.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.