+ infoAcontecer
Mundo
Organização de mulheres indígenas ganha prémio
Texto F.P. | Foto CIARENA | 14/11/2017 | 17:27
Distinguido trabalho que procurar capacitar as mulheres, jovens e crianças indígenas de ferramentas e conhecimentos para a defesa e exercício dos direitos humanos, e para a luta contra a desigualdade de género
imagem
A organização de Mulheres Indígenas para a Conservação, Investigação e Aproveitamento dos Recursos Naturais (CIARENA), com sede em Oxaca, no México, foi galardoada esta semana com o XXV Prémio Bartolomeu de Las Casas, pelo seu trabalho «de capacitação e formação» de mulheres, jovens e crianças indígenas.

Segundo os promotores do galardão, a CIARENA tem dotado as mulheres e jovens «de ferramentas e conhecimentos para a defesa e exercício dos direitos humanos, abordando desta forma uma tripla discriminação (indígena, pobreza e género) com um enfoque integral».

Entre os vários projetos desenvolvidos pela organização destaca-se o acompanhamento jurídico a mulheres indígenas vítimas de violência, o que tem conseguido dar visibilidade nacional e internacional a este tipo de crimes. Destaque ainda para as atividades onde são promovidos e reforçados os saberes tradicionais, a defesa da terra e a formação de promotores dos direitos das juventudes indígenas.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.