+ infoAcontecer
Fátima
Papa agradece mensagens deixadas em Fátima
Texto Juliana Batista | Foto Ana Paula | 04/12/2017 | 10:23
Santo Padre enviou uma carta de agradecimento a todos quantos contribuíram para a elaboração de uma toalha de linho com «mensagens extraordinárias» para si
imagem
O Papa agradece a todos os visitantes do Consolata Museu, em Fátima, pelas mensagens deixadas numa toalha de linho, que lhe foi entregue no âmbito da sua visita a Fátima. Ao Superior Provincial dos Missionários da Consolata em Portugal, Eugénio Butti, restantes membros da congregação e demais pessoas envolvidas na iniciativa, o Papa concede a bênção apostólica e pede-lhes que «nunca se esqueçam de rezar por ele», conforme se pode ler na missiva assinada por Paolo Borgia, assessor apostólico.

Ao ler o documento, a felicidade dominou Eugénio Butti. «Quando abri a carta, a primeira reação foi a de surpresa. Nunca teria imaginado que me chegaria uma resposta assim. É uma grande alegria interior. Achei as palavras do Papa cheias de afeto espiritual. Foi percebido o carinho do povo que visitou o museu, da nossa família missionária, da nossa congregação. Foi uma iniciativa realmente original, de muito significado, que foi entregue sob a forma de um grande pacote. Com certeza que quem o abriu ficou surpreendido. Cada assinatura que está lá expressa carinho. Quem escreveu, uniu-se espiritualmente ao Papa naquele momento».

Igual satisfação invadiu Gonçalo Cardoso, diretor do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia.
«A equipa do Consolata Museu sente grande alegria por ter recebido uma carta de agradecimento enviada pelo Papa Francisco e a sua bênção apostólica por esta iniciativa bem sucedida, que através da nossa tutela decorreu na capela do Centro Missionário Allamano e que o museu promoveu junto dos seus visitantes, deixando estas mensagens extraordinárias ao Santo Padre numa grande toalha de linho. É para nós um grande motivo de orgulho».

Entre os dias 10 de junho de 2015 e 30 de abril de 2017, cerca de «dez mil pessoas das mais variadas idades, línguas e condições sociais» escreveram igual número de mensagens para o Santo Padre, em panos de linho, «para lhe dizer que o amam e gostam do trabalho que está a fazer, e sobretudo para lhe agradecer a sua visita ao Santuário de Fátima», recorda a missiva enviada do Vaticano. Os panos de linho deram origem a uma toalha com dez metros de comprimento e dois metros de largura, «simbolizando a mesa do convívio e da partilha da mensagem da Igreja».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.