+ infoAcontecer
Fátima
Sacerdotes devem estar atentos «à vida do mundo»
Texto Juliana Batista | Foto Ana Gonçalves | 07/02/2018 | 12:10
O conselho foi deixado pelo reitor do Santuário de Fátima aos sacerdotes que conduzem a oração do Rosário das 18h30, na Capelinha das Aparições
imagem

Os sacerdotes que orientam a recitação do terço na Capelinha das Aparições devem estar atentos «à vida do mundo, à da Igreja [e] à vida do Santuário de Fátima», aconselhou Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, aos 14 padres que participaram na reunião anual dirigida aos que conduzem a recitação do terço das 18h30 na Capelinha das Aparições. Segundo o responsável, é fundamental que «apareça a dimensão de Fátima na oração», mas também deve ser tida em consideração a «dimensão eclesial e mundial».

 

O encontro constitui um «momento de reflexão» sobre esta prática e foi ainda uma ocasião para Carlos Cabecinhas agradecer aos presentes «pelo serviço prestado aos peregrinos», uma vez que a recitação do terço «marca o ritmo orante do Santuário de Fátima desde a sua génese e continua a dar voz às preces dos peregrinos», conforme destacam os serviços de comunicação do templo mariano.

 

Realizada na última terça-feira, 6 de fevereiro, a reunião contou ainda com a presença de «representantes de alguns dos meios de comunicação social, que fazem a transmissão em direto deste momento de oração». A recitação do terço das 18h30 é transmitida todos os dias através de vários meios de comunicação social, e, nesse sentido, o encontro foi também uma oportunidade para analisar medidas «que visem melhorar a transmissão» da oração.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.