+ infoAcontecer
Mundo
Fundo de emergência ajuda a tratar população no Iémen
Texto F.P. | Foto OMS | 09/02/2018 | 10:25
Agência tutelada pelas Nações Unidas está a preparar um plano de resposta urgente para assistir mais de 600 mil pessoas em situação de vulnerabilidade. Metade dos centros médicos do país não estão a funcionar
imagem
A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai utilizar 7,3 milhões de euros para prestar assistência a 630 mil pessoas vulneráveis nas regiões de Sanaa e Al-Hudaya, no Iémen, onde apenas 50 por cento dos centros médicos estão a funcionar, devido ao conflito que atinge o país.

A verba é assegurada pelo Fundo Central de Resposta a Emergências da ONU e a prioridade serão as pessoas doentes, grávidas, mulheres em fase de amamentação, crianças gravemente desnutridas e feridos. A assistência será prestada através de cuidados médicos.

Segundo os responsáveis da OMS, perto de 16,5 milhões de pessoas estão a necessitar de assistência de saúde no Iémen. O país enfrenta neste momento surtos de cólera e de difteria.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.