+ infoAcontecer
Mundo
Iraque procura investimento para reconstruir o país
Texto F.P. | Foto Lusa | 12/02/2018 | 16:20
Governo procura sensibilizar líderes políticos e empresários para investirem na reconstrução do país, devastado por quatro décadas de conflitos armados
imagem
O Iraque quer juntar 71 mil milhões de euros para reconstruir o país, através de um projeto gigante que começou a ganhar forma esta segunda-feira, 12 de fevereiro, numa conferência internacional no Kuwait, em que participam líderes políticos, organizações não governamentais e empresários.

Mergulhado em várias guerras, desde os anos 1980, e sujeito a um longo embargo internacional, o Iraque espera, nesta fase, conseguir verba do setor privado para reconstruir milhares de casas e realojar os 2,5 milhões de refugiados internos.

Segundo o diretor-geral do Ministério do Planeamento, Qusai Abdelfatah, 17 biliões de euros são necessários com urgência, e o restante, a médio prazo. «Colocamos em prática programas de reconstrução (...) mas o que conseguimos é inferior a um por cento do que o Iraque necessita. Mais de 138 mil casas foram danificadas e metade delas, totalmente destruídas», adiantaram os responsáveis governamentais.

Além dos danos materiais, o Iraque enfrenta uma grave crise humanitária, com 2,5 milhões de refugiados internos. Espera-se, por isso, que a conferência do Kuwait possa ajudar a financiar o «retorno voluntário» dos deslocados para suas casas, afirmou, por sua vez, Bruno Geddo, da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.