+ infoAcontecer
Portugal
Artigo científico destaca percurso que liga Braga a Compostela
Texto J.B. | Foto DR | 15/02/2018 | 08:41
Texto de historiador português publicado em Espanha dá conta da importância de um percurso que inicia em solo português, terminando em Santiago. O artigo também apresenta os primeiros peregrinos nacionais modernos que fizeram o trajeto
imagem

O historiador e investigador Luís Manuel Ferro Pego descreve de forma detalhada o «Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros», que liga Braga a Santiago de Compostela, num artigo científico publicado em Espanha. Com 33 páginas, o texto é ilustrado com fotografias, onde surge destacado o património, a documentação e as referências jacobeias que sustentam o seu valor histórico, cultural e patrimonial.

 

O artigo tem como título «O Camiño da Geira Romana e dos Arrieiros», e encontra-se publicado no livro «A Estrada – Miscelánea histórica e cultural», editado pelo Museu do Pobo Estradense Manuel Reimóndez Portela, localizado no município espanhol A Estrada. No mesmo texto é apresentada «a secular existência de um caminho de comércio e peregrinação entre Braga e Santiago de Compostela, que foi retomado por peregrinos a partir de abril de 2017».

 

O investigador recorda ainda, na edição anual do livro (n.º 20/dezembro de 2017), os primeiros peregrinos que cumpriram o traçado – os portugueses Maria João Batista, João Filipe Reis e Luís Sobreiro – que partiram de Braga a 6 de maio de 2017, assim como o jornalista português Carlos Ferreira, que iniciou o itinerário a 14 de maio do mesmo ano, sendo o primeiro a cumpri-lo sozinho. Nesse sentido, o artigo inclui o diário de Carlos Ferreira, uma vez que este foi «o primeiro peregrino» a descrever o «Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros», apontando informações «de grande interesse, no que respeita ao percurso, etapas e onde ficar e onde comer», lê-se num comunicado das associações envolvidas no itinerário.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.