+ infoAcontecer
Mundo
União Europeia reforça apoio a refugiados na Líbia
Texto F.P. | Foto Lusa | 12/03/2018 | 16:23
Novo programa de ajuda visa reforçar a capacidade das autoridades locais para garantirem os serviços básicos e sociais aos refugiados e deslocados, sobretudo aos grupos mais vulneráveis
imagem
A União Europeia (UE) aprovou esta segunda-feira, 12 de março, um novo programa de ajuda de 50 milhões de euros para melhorar as condições de vida e o acesso a serviços básico e sociais de refugiados e deslocados na Líbia e nos municípios de acolhimento.

«O programa está pensado para responder às necessidades dos imigrantes e das comunidades locais que estão especialmente expostas aos fluxos migratórios», explicou a Alta Representante de Política Exterior e de Segurança Comum da UE, Federica Mogherini.

A verba disponibilizada contribuirá para reforçar a capacidade das autoridades locais para assegurar os serviços básicos e sociais – saúde, educação, água e serviços sanitários -, especialmente aos grupos mais vulneráveis em 24 municípios, os mais afetados pelos fluxos migratórios.

De acordo com informações veiculadas pelas agências internacionais, até agora a UE já canalizou 237 milhões de euros para projetos relacionados com a crise migratória na Líbia, através do fundo de emergência para África. Esta ajuda beneficiou mais de 30 mil imigrantes e contribuiu para o retorno voluntário de mais de 19 mil migrantes.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.