+ infoAcontecer
Mundo
Países que acolhem venezuelanos vão ser ajudados
Texto F.P. | Foto Lusa | 12/04/2018 | 07:02
Nações de acolhimento terão apoio para dar assistência direta aos refugiados e facilitar a sua integração. Será ainda dada formação na gestão e coordenação de acampamentos
imagem
A Organização Internacional para as Migrações (OIM) vai apoiar 17 países americanos que acolhem mais de milhão e meio de venezuelanos, proporcionando-lhes mecanismos de assistência direta aos refugiados, informação sobre os requisitos migratórios e formação na gestão e coordenação dos acampamentos.

O plano requer um investimento de cerca de 25 milhões de euros e pretende responder à crescente saída dos venezuelanos do país. Desde 2015, o número de saídas mais que duplicou, passando de 700 mil para 1,6 milhões. Destes, perto de 400 mil conseguiram regularizar a sua situação em países como a Colômbia, Peru, Chile e Brasil, informa a OIM.

A organização manifestou-se ainda preocupada com o surto de sarampo que alastra na Venezuela, com mais de 1.000 casos confirmados. A doença tem-se propagado sobretudo em menores de cinco anos, seguidos do grupo de crianças com idades entre os seis e os 15 anos.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.