+ infoAcontecer
Fátima
«Devemos ir ao encontro dos mais pobres e necessitados»
Texto J.B. | Foto SNSRF | 16/04/2018 | 15:02
O apelo foi deixado pelo bispo emérito de Portalegre-Castelo Branco aos peregrinos de Fátima, oriundos de 16 países, incluindo Portugal
imagem

Perante uma audiência multi-cultural, presente no recinto de oração do Santuário de Fátima, Augusto César, bispo emérito da diocese de Portalegre-Castelo Branco, afirmou que o mundo precisa de «sinais de esperança». Diante de milhares de peregrinos, o prelado disse que perante um mundo «cheio de violência e de medo», os católicos devem «olhar para Jesus Cristo fazendo o que ele disse: `Assim como eu vos amei amai o próximo´».

 

Augusto César aproveitou a realização da Peregrinação Nacional da Sociedade de São Vicente de Paulo, no último domingo, 15 de abril, para recordar a vida e obra de Frederico Ozanam, fundador da Sociedade de São Vicente de Paulo, beatificado pelo Papa São João Paulo II em 1997. «Se a moda conduz o mundo no caminho da ganância devemos olhar para os outros e ir ao encontro dos mais pobres e mais necessitados, dando primazia à fraternidade e aos mais pobres», demonstrou, citado pelos serviços de comunicação do Santuário de Fátima.

 

«Quem dera que muitos jovens e famílias o imitassem, o que denunciaria o culto idolátrico do dinheiro e formava uma sociedade mais justa e fraterna», acrescentou o prelado, adiantando que «sem esta prática nem a vida é respeitada nem os valores morais constituem a herança dos mais novos».

 

A celebração contou com a participação de 31 organizados de peregrinos, oriundos de 15 países, perfazendo um total superior a 6 mil pessoas. Entre os peregrinos estrangeiros registaram-se oito grupos de Espanha, seis da Polónia, nove do México, Tailândia, Áustria, Vietname, Índia, Malta, Irlanda, França e Sri Lanka, e mais dois provenientes de cada um dos seguintes Estados: Itália, Coreia do Sul, do Brasil e Filipinas.

 

Entre os vários grupos destacam-se os participantes das duas peregrinações nacionais da Sociedade de São Vicente de Paulo e dos Amigos do Verbo Divino, que levaram à Cova da Iria cerca de 2 mil fiéis. A celebração Eucarística contou ainda com a presença dos representantes dos episcopados católicos dos continentes europeu e africano, que se encontram em Fátima a debater as consequências da globalização, defendendo uma nova visão em relação a esta problemática. 

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.