+ infoAcontecer
A Missão Conta
Angola
Jovens crismados pela primeira vez na paróquia de Funda
Texto Luiz António de Brito | Foto Luiz António de Brito | 22/05/2018 | 15:15
A recém-criada paróquia de Nossa Senhora da Consolata de Funda, em Angola, celebrou o primeiro sacramento da confirmação, onde foram crismados 168 jovens e adultos
imagem
O domingo, 20 de maio, amanheceu cinzento e estranhamente chuvoso em Funda. Os missionários da Consolata e grande parte dos fiéis ficaram apreensivos; o motivo era mais do que justo: era dia de festa na paróquia, a Missa seria ao ar livre e a chuva não podia estragar a festa.

Desde as seis da manhã, os fiéis começaram a reservar os seus lugares na expectativa da grande celebração eucarística, na qual seriam crismados 168 jovens e adultos. Um dia especial, não somente pelo sacramento da confirmação - o primeiro na história da jovem paróquia de Nossa Senhora da Consolata de Funda - mas também por ser a última visita do bispo de Caxito, António Jaca, enquanto bispo diocesano, uma vez que foi transferido para a diocese de Benguela.

A chuva veio de modo tímido para refrescar o dia e ao longo da celebração o sol dava a cara de vez em quando, espreitando pelas nuvens densas que formavam uma espécie de telhado natural sobre as cabeças. Isto foi uma bênção de Deus, já que normalmente o calor costuma ser quase insuportável.

A festa começou pouco depois das 10h00. Os pais, padrinhos e crismandos, estavam no seu melhor vestuário. As irmãs missionárias também não pouparam esforços na decoração do espaço. Os cânticos invocavam o Espírito Santo sobre os que ali se encontravam e o ambiente de oração chegava a ser emocionante.

O bispo, António Jaca, na sua homilia, por várias vezes desafiou os crismandos a darem o testemunho da fé recebida ao mundo, convidando-os a construírem uma comunidade paroquial sólida. E recordou-os, que por serem os primeiros, têm uma responsabilidade maior no crescimento da paróquia.

Dirigindo-se depois aos missionários que dinamizam a paróquia, o prelado felicitou-os por abraçarem tão radicalmente a missão confiada aos Missionários da Consolata nesta paróquia e encorajou-os a seguir com este mesmo entusiasmo e amor pela missão.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.