+ infoAcontecer
Mundo
Peça portuguesa sobre refugiados abre festival em França
Texto J.B. | Foto Féstival D'Avignon / Agathe Poupeney | 10/06/2018 | 09:24
A produção nacional mostra aos mais pequenos as situações dramáticas vividas por muitas crianças refugiadas
imagem

O primeiro dia da 72.ª edição do Festival de Avignon, realizado em França e considerado um dos mais relevantes na área do teatro, vai ficar marcado pela apresentação da peça portuguesa «Do bosque para o mundo». A produção nacional foi concebida para explicar aos mais novos o drama das pessoas refugiadas, e além de marcar a abertura do festival, a 6 de julho, a peça contará com várias sessões até ao dia 24 seguinte, data de encerramento do evento.

 

Com encenação de Miguel Fragata, e texto de Inês Barahona, a peça nacional conta com uma tradução francesa, interpretada pelas atrizes Émilie Caen e Anne-Élodie Sorlin, informa a agência Lusa. Estreada em 2016 na capital portuguesa, a peça «Do bosque para o mundo» já passou por Torres Novas, Guimarães, Coimbra e Oeiras, e também já esteve em Paris, no Théâtre de la Ville.

 

A produção artística coloca em palco as atrizes nacionais Anabela Almeida e Manuela Pedroso, que, entre malas e um mapa da Europa, narram a história de duas crianças afegãs enviadas pela mãe com destino a Inglaterra, mas que se separam no decorrer do trajeto. No próximo mês de outubro a peça estará em cena em Montemor-o-Novo e, no primeiro trimestre do próximo ano, regressará a França para o festival de Liège e, novamente, para o Théâtre de la Ville.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.