+ infoAcontecer
Mundo
«Comboio das crianças»
Papa encontra-se com crianças de bairros periféricos
Texto J.B. | Foto Lusa | 08/06/2018 | 12:19
O encontro entre os menores e o Santo Padre terá lugar depois de uma viagem de comboio, durante a qual os mais novos vão refletir sobre «ideias e soluções» que possam melhorar o bem-estar no local onde vivem
imagem

A estação de caminhos de ferro do Vaticano vai acolher mais de 500 crianças católicas, ortodoxas, muçulmanas, budistas e ateias, que, após uma viagem de comboio, vão encontrar-se com o Papa Francisco. O encontro está agendado para este sábado, 9 de junho, e dará forma à sexta edição da iniciativa «Comboio das crianças».

 

Os pequenos viajantes são oriundos de bairros periféricos de Roma e de Milão, zonas afetadas «por importantes complexidades e fragilidades sociais, com significativa presença de famílias estrangeiras, altas taxas de microcriminalidade e numerosos problemas urbanísticos», assinalam os serviços de comunicação da Santa Sé. Desta forma, a iniciativa pretende «oferecer aos pequeninos que vivem em condições desfavoráveis um dia de alegria e, ao mesmo tempo, considerar alguns dos grandes problemas» da sociedade.

 

Este ano, a atividade vai decorrer sob o tema «Pequenos viajantes, grandes arquitetos», debruçando-se sobre «a requalificação urbana das periferias, com particular atenção ao olhar dos mais pequenos aos espaços e realidade que os rodeiam». Durante o encontro com o Santo Padre, «os pequenos viajantes contarão o percurso pedagógico realizado, que os levou à descoberta dos seus bairros e à elaboração de ideias e soluções para conhecer e melhorar a qualidade de vida».

 

A iniciativa «Comboio das crianças» é organizada pelos membros do Átrio dos Gentios, uma plataforma do Conselho Pontifício da Cultura (Vaticano), que fomenta o diálogo entre crentes e não crentes. O projeto conta com a colaboração da companhia estatal de caminhos de ferro.

 

Caberá a estudantes de dois estabelecimentos de ensino das proximidades de Roma, acolher as crianças participantes. O transporte dos alunos até ao Vaticano será assegurado por autocarros concedidos por uma empresa afiliada da companhia de comboios.

 

Desde 2013, o «Comboio das Crianças» já levou até à estação de caminhos de ferro do Vaticano, centenas de menores que vivem em condições desfavorecidas, como migrantes, estudantes em risco de abandono escolar, filhos de reclusos e vítimas de catástrofes naturais.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.