+ infoAcontecer
A Missão Conta
Mãos à obra
Transformar uma lixeira num espaço de lazer
Texto Francisco Pedro | Foto DR | 23/06/2018 | 15:52
Terreno abandonado e usado para depósito de resíduos está a ser transformado num pequeno jardim e campo de jogos. Numa segunda fase, os missionários querem aproveitar o espaço para dar formação de boas práticas ambientais
imagem
O sonho já era alimentado há vários anos, mas só agora começou a transformar-se em realidade. A aldeia de Dianra, na região norte da Costa do Marfim, tinha um terreno no centro da povoação que despertou a atenção dos missionários da Consolata ali presentes. Habituados a dinamizar projetos na área da saúde, do micro-crédito, apicultura, e alfabetização, os sacerdotes vislumbraram naquele pedaço de terra com pouco mais de 50 metros de largura por 95 de comprimento, um espaço polivalente para lazer, atividades desportivas e ‘escola’ de sensibilização ambiental. Idealizado o projeto, faltava assegurar a posse da propriedade e angariar verbas para financiar as obras.

A atribuição do terreno ficou oficializada em 2013, mas como o financiamento tardava, a população foi-se `apropriando´ do espaço, aproveitando-o para despejar muito do lixo produzido na aldeia.Os missionários ainda plantaram algumas árvores, só que, sem uma vedação, foram rapidamente dizimadas pela livre circulação de cabras e bois, e até dos habitantes.
Este estado de quase abandono chegou ao fim em finais do ano passado, após ter sido criado o projeto «Proteger o nosso espaço verde», e assegurada uma verba de 5.000 euros, através de benfeitores italianos.

Numa primeira fase, foi retirado todo o lixo, regularizado o solo e instalada uma cerca para impedir a entrada de animais. Terminada esta tarefa, começaram a ser plantadas árvores de fruto e outro tipo de plantas, e a ser criado um campo de futebol. Está ainda prevista a colocação de baloiços, escorregas e bancos para que a população possa usufruir do espaço.
A segunda etapa do projeto prevê a dinamização de ações de formação sobre limpeza e proteção do meio ambiente, dirigidas a todos os moradores, em especial aos mais jovens, explicou à FÁTIMA MISSIONÁRIA o missionário responsável pelo projeto, padre Raphael Njoroge.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.