+ infoAcontecer
Fátima
«Quero apenas ajudar os outros»
Texto J.B. | Foto Diogo Paiva Brandão | Voz da Verdade | 27/07/2018 | 08:39
Projeto de voluntariado no Santuário de Fátima está a levar à Cova da Iria jovens de diferentes pontos de Portugal, que se dedicam a apoiar os peregrinos e que pretendem «crescer» com os momentos de espiritualidade proporcionados no local
imagem

Maria Inês Lopes, Alexandra Fernandes e Catarina Atabão são três amigas de Lisboa, que se juntaram a outras jovens do país no Santuário de Fátima, para dedicarem alguns dias das suas férias a atividades voluntárias na Cova da Iria, no âmbito do projeto «Sete». As três amigas lisboetas tinham objetivos comuns: servir os peregrinos, aprofundar a Mensagem de Fátima e construir uma relação com Deus.

«Queria aproveitar as férias para dedicar mais tempo aos outros e a Deus», contou Inês de 16 anos, destacando o facto de «poder interagir com os outros» nesta iniciativa. «É bastante interessante estarmos ao serviço, para ajudar os outros, e ao mesmo tempo aprofundarmos uma mensagem tão importante, como é a Mensagem de Fátima, que é muito difundida, mas pouco conhecida», demonstrou a adolescente, em declarações ao jornal «Voz da Verdade».

 

Com o décimo ano de escolaridade concluído este verão, na área de Ciências e Tecnologias, Inês pretende seguir Medicina. Até lá, o objetivo passa já por ajudar os mais próximos fora do contexto hospitalar. «Quero apenas conseguir servir o máximo que puder e ajudar os outros. E, principalmente, aproveitar este tempo para discernir claramente o que fazer e qual será a melhor maneira de conseguir pôr em prática, e levar aos outros, este amor que Deus tem por nós», explicou Inês, dando conta daquilo que recebe da interação com os outros. «As pessoas sentem-se bastante acarinhadas e é muito bom nós conseguirmos contribuir para o percurso de um peregrino, quer espiritualmente, quer no que eles precisem», realçou, destacando o facto de o programa do projeto «Sete» atribuir aos jovens voluntários «liberdade, tempo e ferramentas».

 

Alexandra Fernandes concluiu agora o primeiro ano da licenciatura no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, e decidiu também aproveitar a pausa letiva para se dedicar ao voluntariado missionário. Para a jovem de ascendência goesa, o projeto «Sete» foi «muito bom e agradável». «As pessoas do grupo são fantásticas e o facto de o projeto ter também a componente da espiritualidade ajuda-nos a crescer», realçou a estudante de 18 anos.

Catarina Atabão estuda Design de Moda na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, e aos 19 anos optou por fazer uma experiência de voluntariado em Fátima, da qual afirma que se sentiu marcada «pela formação», que é «muito importante», e também pelo acolhimento. «Apesar de estarmos em trabalho de voluntariado, a organização preza muito que estejamos bem, para que tenhamos um momento de deserto, para que tenhamos retiro e uma tarde livre, de meditação», contou. Com início no passado dia 9 de julho, o projeto «Sete» decorre na Cova da Iria sob o tema «Imersão de voluntariado jovem no Santuário de Fátima», até ao próximo dia 2 de setembro. As inscrições decorrem online.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.