+ infoAcontecer
Mundo
Tribunal brasileiro manda reabrir fronteira com a Venezuela
Texto F.P. | Foto STF | 07/08/2018 | 16:22
Posto fronteiriço em Roraima tinha sido fechado temporariamente por determinação judicial, que foi agora anulada pelo Supremo Tribunal Federal. Decisão foi aplaudida pelos ativistas de direitos humanos
imagem
A decisão de mandar encerrar a fronteira entre o Brasil e a Venezuela, no estado de brasileiro de Roraima, tomada no início da semana por um juiz federal, já foi revertida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que ordenou a reabertura imediata do posto fronteiriço por onde têm entrado milhares de venezuelanos.

A medida mereceu o aplauso do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), que tem mantido equipas na cidade fronteiriça de Pacaraíma, para prestar apoio aos venezuelanos que tentam fugir da crise económica e social que se vive no seu país.

Segundo William Spindler, porta-voz do ACNUR, mais de 52 mil venezuelanos entraram no Brasil desde 2017 e quase metade pediram asilo. Estima-se que pelo menos 40 mil tenham ingressado pelo estado de Roraima, que faz fronteira com a Venezuela.

Com a chegada massiva dos venezuelanos, as autoridades locais declararam o estado de emergência por causa da pressão sobre a infraestrutura da cidade. Para minimizar os impactos, Spindler diz ser fundamental que o Brasil continue a receber apoio internacional.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.