+ infoAcontecer
Portugal
Solidariedade para as vítimas do fogo de Monchique
Texto J.B. | Foto Lusa | 08/08/2018 | 12:10
Cristãos preparam mantimentos para bombeiros, Cáritas disponibiliza ajuda e bispo do Algarve enaltece a dedicação das forças de segurança
imagem

Comunidades de fiéis estão a mobilizar-se para ajudar as vítimas do fogo florestal que deflagra em Monchique, no distrito de Faro, desde a última sexta-feira, 3 de agosto. «A comunidade cristã tem colaborado muito, na escola, revezando-se em grupos no apoio aos bombeiros, sobretudo ao nível de mantimentos; a própria Cáritas Diocesana também já se disponibilizou, junto da autarquia local, para apoiar no que fosse possível, de modo coordenado e integrado com outras entidades», disse Manuel Quintas, bispo do Algarve.

 

O prelado louva a dedicação dos soldados da paz e das forças de segurança, que empreendem uma «ação pedagógica difícil» com as pessoas que têm de abandonar as suas habitações e outros bens para «salvaguardar a vida, em primeiro lugar». «Tem havido um esforço enorme, as forças da natureza é que são de tal maneira adversas que é difícil conseguir vencer este tipo de incêndios», referiu Manuel Quintas, em declarações à agência Ecclesia.

 

O bispo católico lembra que o atual cenário exige uma ajuda aos afetados, particularmente àqueles que ficaram sem o seu «sustento». «Como diocese, estamos prontos para nos mobilizarmos e apoiar no que for julgado oportuno. Tenho sido contactado por alguns párocos, que já manifestaram essa disponibilidade», demonstrou o bispo do Algarve.

 

O prelado elogia a perseverança das populações afetadas pelas chamas. «O povo de Monchique é um povo com um caráter muito forte, já passaram por tantas dificuldades deste género, não é a primeira vez que arde a serra, é uma população que constantemente renasce das cinzas», realça.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.