+ infoAcontecer
Mundo
Fluxo migratório coloca Equador em estado de emergência
Texto F.P. | Foto Lusa | 10/08/2018 | 16:29
Governo equatoriano estabelece plano de contingência para as províncias fronteiriças, devido à entrada em massa de migrantes venezuelanos. Objetivo é criar condições para prestar assistência humanitária
imagem
O governo do Equador declarou esta semana o estado de emergência migratória nas províncias fronteiriças com o Peru e a Colômbia, para fazer face à chegada em massa de migrantes venezuelanos. «O objetivo é estabelecer um plano de contingência, ações e mecanismos necessários para a ajuda humanitária», justificou o executivo.

«Como órgão reitor da política de mobilidade humana decidimos declarar a emergência nas três províncias para garantir a defesa dos direitos através de uma resposta concertada de parte de todo o Estado», adiantou o ministro das Relações Exteriores, José Valencia.

O estado de emergência envolve as províncias de Carchi (norte, limítrofe com Colômbia), Pichincha (centro andino) e El Oro (sudoeste, limítrofe com Peru), onde estão a chegar uma média de 4.200 venezuelanos por dia.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.