+ infoAcontecer
Mundo
Coreia do Norte tem 10 milhões de subnutridos
Texto F.P. | Foto Lusa | 11/10/2018 | 15:29
Programa Alimentar Mundial queixa-se da falta de financiamento para os programas de apoio aos norte-coreanos que sofrem de subnutrição crónica. Uma em cada cinco crianças tem problemas de crescimento
imagem
A situação humanitária da Coreia do Norte continua grave, com insegurança alimentar crónica e subnutrição generalizada, mas apesar dos esforços para apoiar os norte-coreanos em dificuldades, o Programa Alimentar Mundial (PAM) enfrenta um défice de mais de 70 por cento no seu orçamento para o país asiático.

Segundo Herve Verhoosel, porta-voz do PAM, a agência necessita de financiamento urgente, sob pena de ficarem comprometidos os programas de apoio nutricional às crianças. «Não se deve esperar pelo progresso diplomático para aliviar o sofrimentos de milhões de pessoas. Os fundos são necessários agora», alertou, sublinhando que «qualquer doação recebida hoje levará pelo menos seis meses a chegar às pessoas, devido ao tempo necessário para comprar e transportar alimentos».

Os responsáveis da organização da ONU estimam que mais de 10 milhões de pessoas, perto de 40 por cento da população, estão subnutridas e precisam de apoio. Uma em cada cinco crianças tem problemas de crescimento devido à subnutrição crónica.

A falta de financiamento pode reverter os pequenos ganhos que foram feitos na nutrição de mães e crianças nos últimos quatro anos, graças a esforços conjuntos das agências humanitárias. Os fundos limitados já provocaram a suspensão de operações de apoio a comunidades atingidas por desastres.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.