+ infoAcontecer
Fátima
Arte
Museu de Fátima expõe obras que transmitem bem-estar
Texto J.B. | Foto FM | 20/10/2018 | 13:42
A exposição «Cargaleiro, poeta da arte» pode ser vista até 27 de janeiro de 2019 no museu dos Missionários da Consolata. A mostra revela «32 trabalhos, entre serigrafias e litografias de vários períodos do mestre Cargaleiro»
imagem

O Consolata Museu expõe ao público 32 trabalhos de Manuel Cargaleiro, artista cujas obras transmitem «ritmo, alegria [e] musicalidade», segundo António Maia Nabais, museólogo e historiador. O especialista realça a capacidade que os trabalhos de Cargaleiro detêm, para transmitirem «bem-estar» a quem os contempla.

«O papel didático da sua obra plástica leva-nos a descobrir o valor intrínseco e real das cores, as suas múltiplas combinações e o seu poder comunicativo, e, ao mesmo tempo, a olhar de maneira diferente para os objetos que nos envolvem no dia-a-dia, `hic et nunc´, e a descobrir a harmonia cromática da natureza», destaca o profissional.

Em Fátima, as obras do artista dão forma à exposição «Cargaleiro, poeta da arte», que poderá ser conhecida até 27 de janeiro de 2019, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00. A mostra apresenta ao público «serigrafias e litografias de vários períodos do mestre Cargaleiro», de acordo com os serviços de comunicação do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia.

Aos 91 anos de idade, Manuel Cargaleiro, natural de Vila Velha de Ródão, «divide o seu tempo de trabalho criativo por Lisboa, Paris e Vietri-Sul-Mare (Itália)». Além de Portugal, o artista realizou exposições em França, Suíça, Itália, Bélgica, Alemanha, Espanha, Brasil, Japão, Venezuela e Arábia Saudita, entre outros.

A exposição é organizada pelos membros da Liga de Amigos do Consolata Museu, e a sua inauguração oficial está prevista para novembro, com a presença do artista, num dia e programa a anunciar em breve. «Cargaleiro, poeta da arte», abriu portas na última sexta-feira, 19 de outubro.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.