+ infoAcontecer
Mundo
Mudanças climatéricas afetam pequenos agricultores
Texto F.P. | Foto Lusa | 04/12/2018 | 17:31
Sem acesso às informações tecnológicas que permitam minimizar os efeitos das secas e inundações, os pequenos agricultores são os que mais estão a sofrer com as alterações do clima
imagem
O diretor da Divisão de Envolvimento Global e Relações Multilaterais do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Ashwani Muthoo, não tem dúvidas de que «a mudança climática é uma realidade», aponta os pequenos agricultores como as primeiras `vítimas´ do fenómeno e alerta para a necessidade de assegurar a segurança alimentar sobretudo em alguns países lusófonos.

«Já temos muitas secas, muitas inundações, que estão trazendo muitas dificuldades para a vida quotidiana dos pequenos agricultores. O FIDA está a fazer muito neste âmbito. Temos um programa de financiamento somente para ajudar os pequenos agricultores a adaptarem-se às mudanças climáticas, especialmente ajudando para que tenham tecnologias e pesquisas tecnológicas mais apropriadas para trabalhar nesse contexto das secas, e esses problemas da área de mudança climática», afirmou o responsável, em entrevista à ONU News.

Para Muthoo, que já trabalhou em vários países lusófonos aos serviço da agência da ONU, um dos principais desafios destas nações está relacionado com a alimentação: «A nossa organização acha que um dos maiores desafios é, realmente, melhorar a segurança alimentar e a nutrição das populações mais pobres nesses países. Isso vai precisar de melhor tecnologia, para melhorar a produção e melhorar a produtividade, mas também para ajudar esses pequenos agricultores a ter acesso a mercados para melhorar o seu rendimento».

Tendo em conta os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável previstos na Agenda 2030, a FIDA tem vindo a trabalhar com os Estados-memebros para melhorar os meios de subsistência das populações rurais, incluindo pequenos agricultores, trabalhadores sem-terra, mulheres e jovens, grupos étnicos marginalizados e vítimas de desastres.

«Faltam 12 anos, mas não podemos falhar. Precisamos de muita coordenação entre instituições internacionais e Nações Unidas e muita coordenação no terreno também. Pelo FIDA, achamos que precisamos de muitos mais investimentos, principalmente no setor da pequena agricultura, para realizar esses objetivos», concluiu o responsável.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.