+ infoAcontecer
Mundo
Moçambique gasta 880 milhões no combate à desnutrição
Texto F.P. | Foto Ana Paula | 06/12/2018 | 10:19
As ações destinadas à erradicação da má nutrição infantil, até 2030, consomem todos os anos o equivalente a 11 por cento do Produto Interno Bruto moçambicano
imagem
O governo de Moçambique está a gastar todos os anos mais de 880 milhões de euros, o equivalente a 11 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, no combate à desnutrição infantil, numa tentativa de erradicar o problema até 2030, como recomendam as Nações Unidas, no âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Em conjunto como o setor privado e as organizações não governamentais, estão a ser implementados projetos nutricionais em diversos pontos do país, sobretudo nas zonas consideradas mais críticas. Um dos parceiros do governo nesta campanha é a Fundação Sérgio Gago, que efetuou um estudo-piloto sobre os efeitos do consumo de farinha de banana na melhoria do estado nutricional dos alunos numa escola primária, no distrito de Katembe.

Segundo a imprensa local, este estudo revelou que a introdução de farinha de banana na alimentação das crianças contribuiu para melhorar a aprendizagem e pode ajudar a reduzir o índice de reprovações nos jovens dos seis aos 14 anos. A investigação concluiu ainda que há pouca utilização de papas enriquecidas na dieta alimentar dos estudantes.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.