+ infoAcontecer
Portugal
Açorianos preparam romarias quaresmais
Texto J.B. | Foto RRSNSC | 08/01/2019 | 08:40
Romeiros das ilhas açorianas começam a participar nos encontros de espiritualidade destinados à preparação de uma tradição centenária que envolve comunidades inteiras durante o período quaresmal
imagem

Com o objetivo de preparar a tradicional romaria quaresmal, nos Açores, os membros do Rancho de Romeiros do Santuário de Nossa Senhora da Conceição vão deslocar-se àquele templo mariano, na Serrata, no próximo sábado, 12 de janeiro, onde, a partir das 15h00, se vão envolver num encontro de espiritualidade. A iniciativa ganhará forma através da dinamização das conferências «O batismo do Senhor» e «Pregação de João Baptista», que serão orientadas por Herminio Mendes, sacerdote, e por João Pires, reitor do Santuário de Nossa Senhora dos Milagres.

Por sua vez, os elementos da associação Movimento de Romeiros de São Miguel, vão promover o seu retiro anual de preparação para as romarias a 27 de janeiro, na Escola Básica e Integrada Gaspar Frutuoso, na Ribeira Grande, com o tema «A espiritualidade do romeiro – Evangelizador em missão». O encontro é destinado a todos os romeiros, e será dinamizado por José Júlio Rocha, doutor em Teologia Moral e prefeito de estudos no Seminário Episcopal de Angra. A iniciativa contará com a presença de Dionísio Costa, um romeiro da diáspora açoriana, que se debruçará sobre a «Espiritualidade e vivências cristãs» no seu dia-a-dia. Ambos os retiros chegarão ao fim com a celebração de uma Eucaristia.

As romarias quaresmais arrancam a 9 de março, primeiro sábado da Quaresma, e estendem-se até quinta-feira santa, 18 de abril, informa o portal `Igreja Açores´. Próprias de São Miguel, a maior ilha do arquipélago dos Açores, as romarias levam todos os anos às ruas 55 ranchos, envolvendo cerca de 2500 romeiros, também oriundos da diáspora e de Portugal continental.

As romarias de São Miguel perfazem 500 anos em 2022 e detêm uma dimensão comunitária, envolvendo centenas de pessoas, que facultam meios para a pernoita e alimentação dos romeiros. De acordo com tradição, as romarias quaresmais surgiram na sequência de terramotos e erupções vulcânicas ocorridas no século XVI. As romarias realizam-se também nas ilhas Terceira e Graciosa.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.