+ infoAcontecer
Portugal
Ambiente
Alunos do Algarve recolhem 500 quilos de lixo marinho
Texto J.B. | Foto DR | 11/01/2019 | 16:25
O projeto só termina em julho de 2019, mas em apenas cinco meses de vigência permitiu às crianças e adolescentes do sul do país recolher cerca de meia tonelada de lixo das praias da região
imagem

Em apenas cinco meses de existência, o projeto «A minha praia» colocou alunos de todo o Algarve a recolher lixo marinho em seis praias referenciadas na região. Na primeira fase do projeto, que teve lugar de 15 de setembro a 15 de outubro, decorreram sete campanhas de recolha de resíduos, que envolveram «cerca de 280 participantes do 1.º ao 11.º ano de escolaridade», de oito estabelecimentos de ensino.

«Recolheu-se cerca de meia tonelada de lixo, composta por 4761 itens de vários materiais, tamanhos e origens», indica o Centro Ciência Viva (CCV) de Tavira, citado pelo jornal `Sul Informação´. De acordo com este organismo, foi registada a «presença de 91 categorias diferentes de lixo marinho, das quais 35 são plástico e as restantes classificam-se como borracha, parafinas, papel, madeira, têxtil, metal, vidro, cerâmica e artigos médicos e sanitários».

Os registos obtidos pelos alunos relativos às quantidades, tipos e sazonalidade do lixo, permitem análises e estudos de caráter nacional e internacional relacionados com a permanência de lixo nas costas. Através destas ações de monitorização e recolha de lixo marinho, as crianças e jovens são sensibilizados para estas problemáticas e para os seus efeitos ambientais, económicos e sociais. A monitorização e recolha de lixo nas praias do sul de Portugal decorre até ao próximo mês de julho, altura do fim do projeto.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.