+ infoAcontecer
Mundo
Danos no meio ambiente provocam mortes prematuras
Texto F.P. | Foto Dimitris Vetsikas | 14/03/2019 | 07:02
A poluição atmosférica, os produtos químicos na água e a destruição dos ecossistemas estão a provocar uma espécie de epidemia mundial, que se revela fatal para milhões de pessoas e provoca impactos negativos na economia
imagem
Um relatório das Nações Unidas sobre o estado do planeta alerta que uma em cada quatro mortes prematuras e de doenças no mundo estão relacionadas com a poluição e outros danos no meio ambiente. A contaminação atmosférica pode ter causado 8,8 milhões de mortes em 2015, quase o dobro do que se estimava até agora.

Os peritos constataram que ocorreram 790 mil mortes adicionais em toda a Europa, sendo que entre 40 a 80 por cento dos falecimentos estiveram relacionados com doenças cardiovasculares, como ataques ou paragens cardíacas, o que sugere que a poluição ambiental causou o dobro de mortes associadas a esta causa do que por doenças respiratórias.

«Isto significa que a contaminação do ar causa mais mortes extra por ano do que o tabaco, que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), foi responsável por 7,2 milhões de mortes adicionais em 2015. Fumar é evitável, mas a contaminação do ar não é», afirmou, em comunicado, um dos autores do estudo.

Perante estes resultados, os investigadores instaram as autoridades nacionais e internacionais a tomarem medidas urgentes para atacar o problema, através, por exemplo, de uma revisão da legislação vigente sobre a qualidade do ar e os limites fixados para os níveis de contaminação, em linha com as recomendações da OMS.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.