+ infoAcontecer
Portugal
Bélgica
Interculturalidade junta escolas católicas europeias
Texto J.B. | Foto Dimitris Vetsikas | 14/03/2019 | 12:14
Cidade de Bruxelas acolhe simpósio internacional dedicado aos desafios que a interculturalidade provoca ao ensino católico na Europa
imagem

O Comité Europeu para o Ensino Católico (CEEC) está a dinamizar o simpósio internacional «A escola católica e os desafios inter-religiosos e interculturais». O colóquio está a decorrer na capital da Bélgica nesta quinta e sexta-feiras, dias 14 e 15 de março. O encontro será uma ocasião para «refletir e partilhar práticas de ensino e desafios que a interculturalidade traz hoje ao ensino católico de toda a Europa». Serão apresentados os casos de países como a Albânia, Suécia ou Bélgica francófona, por exemplo.

 

A representar Portugal está Fernando Moita, coordenador nacional da escola católica no Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC). O responsável acredita que a «educação, e a realidade da escola católica, [que] assenta nos princípios evangélicos, deve estar na linha da frente do diálogo inter-religioso e intercultural», tornando-se numa verdadeira «plataforma e laboratório de diálogo entre as diferentes perspetivas que habitam o espaço público europeu».

 

«A escola, e a católica, por imperativo evangélico, deve ser promotora do acolhimento, do respeito e do saber apreciar os valores diferentes de outras culturas, dos valores da solidariedade, do respeito pela diferença», disse Fernando Moita, citado pelos serviços de comunicação do SNEC. O Comité Internacional para o Ensino Católico é uma associação internacional sem fins lucrativos, que conta com a participação de 27 países da Europa. O organismo representa 35 mil instituições de ensino frequentadas por cerca de 8 milhões de alunos em toda a Europa.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.