+ infoAcontecer
Mundo
Amazónia perde 29,5 milhões de hectares de floresta
Texto F.P. | Foto DR | 25/03/2019 | 07:02
Novo mapeamento, que engloba pela primeira vez a cobertura e uso do solo de toda a bacia amazónica espalhada por oito países, revela que foi destruída uma área florestal equivalente ao Equador, entre 2000 e 2017
imagem
A Amazónia perdeu 29,5 milhões de hectares de floresta, entre 2000 e 2017, uma área equivalente ao tamanho do Equador, segundo dados recolhidos por um novo sistema de mapeamento, que, pela primeira vez, engloba os dados de toda a bacia amazónica, que se estende por oito países.

«A plataforma é um avanço importante em relação ao objetivo de construir e fomentar uma visão integral da Amazónia, considerando os aspetos políticos de uma região compartilhada por oito países, com questões socioambientais de grande significado. São 400 povos indígenas, bacias hidrográficas partilhadas, conectividade entre unidades de conservação e processos de alteração do uso do solo - desmatamento, entre outras pressões e ameaças - que pesam sobre a maior floresta tropical do planeta», explica Beto Ricardo, coordenador da Rede Amazónica de Informação Socioambiental Georreferenciada (RAISG).

O MapBiomas Amazónia é público e interativo e permite que o usuário obtenha os seus próprios resultados e gráficos, além de visualizar os mapas com filtros por região, país e área protegida. Foi criado com o apoio de oito organizações, de seis países diferentes. Cada uma contribuiu com seu conhecimento para uma boa interpretação das imagens de satélite.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.