+ infoAcontecer
Portugal
Consolata lança campanha de ajuda a Moçambique
Texto Simão Pedro | Foto DR | 11/04/2019 | 17:23
Donativos serão canalizados para a recuperação de casas e escolas na diocese de Tete, uma das áreas afetadas pelo ciclone Idai, que terá como novo pastor o primeiro missionário português da congregação a ser nomeado bispo
imagem
O Instituto Missionário da Consolata (IMC) em Portugal lançou uma campanha de solidariedade para ajudar a população da diocese de Tete a recuperar da devastadora passagem do ciclone Idai. Os donativos angariados serão entregues diretamente ao recém-nomeado bispo, Diamantino Antunes, o primeiro missionário português do IMC a ser escolhido para fazer parte do episcopado.

«Os efeitos do ciclone foram devastadores. Toda a ajuda é pouca para apoiar a reconstrução do país. Vamos dar as mãos às famílias que ficaram sem nada. O abraço de todos e de cada um pode ajudar a, nesta Páscoa, levantar cada moçambicano que perdeu o pouco que já tinha», justificam os missionários no texto de lançamento da campanha.

O último balanço das autoridades moçambicanos aponta para a existência de mais de 600 mortos, mais de 250 mil famílias desalojadas e mais de 3.000 salas de aula danificadas. Números demasiado trágicos, que levaram os missionários, de acordo com o carisma do fundador do IMC, a fazer algo mais para confortar os mais necessitados.

«Moçambique precisa de cada um de nós para se reerguer», adiantam os religiosos, explicando que a totalidade das ofertas «será entregue diretamente» a Diamantino Antunes, que será ordenado bispo a 12 de maio, e «não terá uma tarefa fácil pela frente: a de ajudar a reconstruir uma diocese devastada pelo ciclone».

A campanha «Moçambique precisa de nós!» estará em vigor até ao próximo dia 30 de maio. As contribuições podem ser feitas através do IBAN: PT50-0033-0000-45519115214-05, com indicação da palavra «Moçambique».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.