+ infoAcontecer
Mundo
Rede sequestrava menores para pedir resgate
Texto F.P. | Foto Lusa | 11/04/2019 | 16:13
Suspeitos facilitavam a entrada clandestina das vítimas em território espanhol e tornava-as reféns para poder reclamar o pagamento de um resgate às famílias. Muitos dos jovens eram retirados dos centros de proteção
imagem
A polícia espanhola anunciou esta quinta-feira, 11 de abril, o desmantelamento de uma rede de traficantes de seres humanos que sequestrava menores marroquinos não acompanhados em Espanha e reclamava o pagamento de um resgate às famílias para libertá-los.

Segundo as autoridades, os suspeitos faziam chegar os menores clandestinamente a Espanha e sequestravam-nos de imediato, ou mais tarde, quando conseguiam retirá-los dos centros de proteção. Depois ameaçavam os familiares, dizendo que matavam as vítimas ou traficavam os seus órgãos, caso não lhes pagassem 5.000 dirhams (cerca de 460 euros).

O ano passado, estima-se que entraram em Espanha cerca de 7.000 menores migrantes, acompanhados pelas famílias ou sozinhos. A maioria dos jovens migrantes ilegais não acompanhados que entram em território espanhol são de nacionalidade marroquina. Os governos dos dois países estão em conversações para avaliar a possibilidade de repatriar estes menores.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.