+ infoAcontecer
Portugal
Santa Casa quer erguer Centro Odontopediátrico em Lisboa
Texto J.B. | Foto M.J. | 12/04/2019 | 17:33
Até ao nascimento do novo espaço, a Santa Casa realiza rastreios e sensibiliza os mais novos para a adoção de comportamentos que favoreçam uma boa higiene oral
imagem

Crianças da freguesia de Arroios, em Lisboa, foram alvo de uma campanha de sensibilização de hábitos saudáveis de higiene oral, e também de rastreios, onde «foram medidos alguns parâmetros, como aparecimentos de cáries, abcessos e o alinhamento da dentição», indicam os serviços de comunicação da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, organismo responsável pela iniciativa, que decorreu ao longo do dia da última quinta-feira, 11 de abril.

 

Além dos rastreios, os mais novos participaram numa palestra sobre «hábitos corretos para uma boa higiene oral», e, no final receberam um diploma de participação. A iniciativa foi levada a cabo por profissionais ligados ao «Núcleo de saúde mais próxima», um programa desenvolvido pela Santa Casa de Lisboa. Alexandra Balsas, enfermeira daquele núcleo, acredita que a campanha «cumpriu o seu propósito», mas alertou para o facto de «ainda» existir um «longo caminho a percorrer na consciencialização que a saúde oral é tão importante como a nutrição ou a alimentação».

 

«As pessoas ainda não têm noção que uma boa higiene oral pode diminuir o aparecimento de alguns problemas de saúde que aparecem já em idade adulta», disse a responsável, que também destacou que se tem «assistido a uma preocupação crescente por parte dos pais com a saúde oral nestas idades em que não se limitam a ensinar a lavar os dentes corretamente, mas também a adotar algumas medidas de prevenção, como a ingestão de alimentos menos açucarados».

 

Os responsáveis pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa explicam que reconhecem a «carência de resposta ao nível da saúde oral na cidade de Lisboa e os custos associados a este acesso por via privada», motivo pelo qual elegeram a saúde oral como uma «prioridade, privilegiando a infância e juventude como grupos alvo desta intervenção, com ações de sensibilização, rastreio e sinalização para encaminhamentos específicos e a criação de um futuro Centro Odontopediátrico na cidade dirigido à população infanto-juvenil».

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.