+ infoAcontecer
Mundo
Milhões de ucranianos podem ficar sem água
Texto F.P. | Foto UNICEF / Gilbertson | 07/07/2019 | 07:02
Confrontos no leste do país estão a causar danos nas infraestruturas hídricas e a ameaçar o acesso a água potável. Os trabalhadores humanitários que tentam reparar os estragos correm cada vez mais riscos
imagem
O aumento da escalada de violência no leste da Ucrânia, registado na última semana de junho, causou danos significativos nas estruturas hídricas e higiénico-sanitárias, o que pode deixar sem acesso a água potável 3,2 milhões de pessoas, entre elas 500 mil crianças, denunciou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Segundo os responsáveis da agência, num dos últimos ataques, os estilhaços das bombas danificaram a rede hídrica próxima de Horlivka, ao longo do canal Siverski Donets-Donbass, que abastece de água mais de três milhões de pessoas em ambos os lados da linha de contato das áreas controladas pelo governo e não controladas.

«O UNICEF pede mais uma vez o fim dos bombardeamentos indiscriminados contra infraestruturas civis vitais e a proteção dos trabalhadores que estão a reparar os danos. Estas pessoas arriscam sua própria vida para que seja garantido o acesso à água potável a crianças e famílias, um direito humano fundamental para todos», declarou Laura Bill, vice-representante da agência na Ucrânia.

Desde o início do ano, os combates nas zonas de conflito causaram a interrupção hídrica para 3,2 milhões de pessoas, por 29 dias, e danificaram 58 vezes estruturas hídrico-sanitárias. Já morreram nove trabalhadores e 26 ficaram feridos enquanto procediam a reparações nas tubagens.

A guerra civil na Ucrânia, iniciou-se em março de 2014, na região de Donbass, com manifestações de grupos pró-russos e anti-governo. Trata-se de um conflito armado entre as forças separatistas das autodeclaradas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk e o governo ucraniano. Os separatistas são amplamente liderados por cidadãos russos.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.