Mundo
Denunciados casos de tortura contra presos na Venezuela
Texto F.P. | Foto Lusa | 17/07/2019 | 07:02
Organização de defesa dos direitos humanos assegura ter documentado mais de 250 casos nas prisões venezuelanas, contra os chamados presos políticos. E pede a intervenção das Nações Unidas
imagem
A Coligação pelos Direitos Humanos e pela Democracia denunciou a existência de mais de 250 casos de tortura contra os chamados presos políticos, civis e militares, nas prisões venezuelanas. Alonso Medina Roa, advogado e membro da organização, assegura que as torturas «foram documentadas e denunciadas» nos tribunais.

«Não é um comentário qualquer, é um tema muito sério», sublinha o ativista, salientando que a denúncia é feita com «muita responsabilidade», e lamentando o «silêncio cúmplice por parte de todas as instituições», durante um protesto que decorreu em frente à sede do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, em Caracas.

Durante a manifestação, realizada segunda-feira, 15 de julho, os representantes de várias organizações não governamentais apresentaram um pedido aos delegados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, para verificar a situação em que se encontram os «presos políticos» e anunciaram uma campanha de informação para a sociedade saber «a realidade» da Venezuela.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.