+ infoAcontecer
Mundo
Bispos pedem à comunidade internacional para salvar Amazónia
Texto J.B. | 23/08/2019 | 17:02
Prelados latino-americanos pedem à comunidade internacional e à Organização das Nações Unidas «medidas sérias para salvar o pulmão do mundo»

Os bispos da América Latina demonstram a sua «preocupação com a gravidade» dos fogos florestais que estão a lavrar na floresta amazónica, uma tragédia com «proporções planetárias», escrevem os prelados num documento publicado na página online do Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), que representa a Igreja Católica em 22 países daquele território.

 

Os elementos daquele organismo pedem uma intervenção «urgente» dos «governos dos países amazónicos, em especial do Brasil e da Bolívia», e também da «Comunidade Internacional e das Nações Unidas», para que se tomem «medidas sérias para salvar aquele pulmão do mundo». «O que está a acontecer na Amazónia não tem apenas um impacto local, ou mesmo regional, mas tem um alcance global. Se a Amazónia sofre, o mundo sofre», lamentam os bispos.

 

Para os prelados, a esperança com o sínodo dedicado à Amazónia, a realizar em outubro próximo, está agora «manchada pela dor desta tragédia natural». Os bispos latino-americanos recuperam as palavras do Papa Francisco para apelar a «todos os que ocupam posições de responsabilidade, no campo económico, político e social» e a «todos os homens e mulheres de boa vontade», para que se afirmem como `guardiões da criação´.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.