+ infoAcontecer
Mundo
Itália
Missionários trocam experiências de diálogo com povos da Amazónia
Texto Jaime C. Patias | Foto DR | 29/09/2019 | 09:32
Encontro nasceu do desejo de partilhar a caminhada, fazer memória das tradições e encontrar inspiração para o futuro da missão. No final, será feita uma publicação com textos dos participantes
imagem
Por ocasião do Sínodo para a Amazónia e do Mês Missionário Extraordinário (outubro), os missionários e missionárias da Consolata promovem em Roma, Itália, um Simpósio sobre a missão vivida com os povos indígenas da Amazónia e com alguns outros povos da África e Ásia.

O encontro, a ser realizado entre 14 e 18 de outubro, na Casa Geral do Instituto Missionário da Consolata (IMC), nasceu do desejo de partilhar a caminhada, fazer memória das tradições e encontrar inspiração para o futuro da missão. Tem como lema «Os rostos do `ad gentes´» e remete para o tema do Sínodo, convocado pelo Papa Francisco: «Amazónia, novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral».

Fundados pelo beato José Allamano, os missionários e as missionárias da Consolata vivem a missão em 30 países, na África, América, Ásia e Europa. Mais de duas dezenas de missionários e missionárias da congregação participam do Simpósio em Roma a fim de partilhar suas experiências.

O padre António Rovelli, Conselheiro Geral do IMC, um dos organizadores do evento, explica que o programa prevê «momentos de partilha, diálogo e reflexão sobre o caminho feito, a metodologia utilizada e as mudanças na visão de missão». Os participantes contarão «como aconteceu o encontro com esses povos e como estar com eles nos torna mais fiéis à missão `ad gentes´, como se realizou a evangelização e que contribuições eles têm dado ao cuidado da Criação, à inculturação da Igreja e ao aprofundamento do nosso carisma».

Além disso, com o auxílio de antropólogos e missiólogos, o grupo será convidado a «avaliar como o tema do Sínodo para a Amazónia e o trabalho com os povos indígenas nos questionam sobre o futuro da nossa missão».

A vice-Superiora Geral das Missionárias da Consolata (MC), irmã Maria Conceição, enfatiza que «este evento e outras iniciativas representam formas de colocar em prática as propostas dos Capítulos Gerais do IMC e MC de 2017, que nos documentos convidam a `refletir sobre os principais elementos do carisma comuns à nossa família alargada´ e promover `caminhos de aprofundamento, com publicações, estudos específicos sobre culturas e evangelização a partir das experiências vividas´». Nesse sentido, cada participante deverá escrever um texto que fará parte de uma publicação.

Um grupo de missionários e missionários que vive na Itália também participará nos três primeiros dias do Simpósio. No dia 16 de outubro (das 19h30 às 21h00), o grupo realizará uma tertúlia na Tenda Amazónia: Casa Comum, um espaço de reflexão, diálogo e oração durante a Assembleia do Sínodo (6 a 27 de outubro), na qual serão realizados cerca de 130 eventos.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.