+ infoAcontecer
Fátima
Imagem escondida em parede percorre comunidades de Fátima
Texto J.B. | Foto Paróquia de Fátima | 07/10/2019 | 17:31
Uma escultura que esteve escondida mais de um século, e que este ano celebra os 100 anos da sua descoberta, vai percorrer as diversas comunidades da paróquia de Fátima, ao longo do mês de outubro
imagem

A imagem de Nossa Senhora dos Prazeres, que juntamente com Santo António, é padroeira da paróquia de Fátima, vai peregrinar pelas suas comunidades. Datada do século XVI, e concebida por um frade franciscano espanhol do qual se desconhece a identidade, a escultura foi escondida, no século XIX, por alguns paroquianos para ser protegida das invasões francesas. A imagem foi então emparedada numa das paredes da Igreja Paroquial de Fátima e acabou por cair em esquecimento.

 

Depois de mais de 100 anos, em 1919, ao deitar-se abaixo uma parede do templo para aumentar a igreja, os pedreiros depararam-se com a escultura, o que foi uma «grande surpresa, motivo de alegria, regozijo, foguetes e festa, e a imagem voltou a ser venerada pelos seus paroquianos», conforme se destaca em comunicado.

 

Em 2019, ano em que se celebra o centenário da sua descoberta, a imagem vai percorrer as comunidades da paróquia de Fátima. «Para que todos os paroquianos possam receber a visita da sua padroeira, a imagem peregrinará pelas comunidades da paróquia durante o mês de outubro, Mês Missionário e do rosário», destaca Rui Marto, pároco em Fátima.

 

A imagem será acolhida e permanecerá em cada comunidade, entre esta terça-feira, 8 de outubro, e o próximo dia 29, das 21h00 às 22h30. Ao longo destes dias, a imagem passará pelas comunidades de Giesteira, Boleiros, Maxieira, Ortiga, Montelo, Lombo d`Égua e Moita Redonda.

 

O regresso da imagem à Igreja Paroquial de Fátima acontecerá pelas 21h00 do dia 30 de outubro. O momento será assinalado com uma «Cantata a Nossa Senhora», com a participação dos grupos corais da paróquia. Do programa faz também parte a recitação do rosário e a história pode detrás daquela escultura.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.